periodo e duração


Maio 2019 à Maio de 2020

cliente


Fundação Vale

abrangência e localização


Distrito de Ipoema, Itabira – MG

equipe


Jussara Rocha

Isabela Braichi

Felipe França

Mazarelo Carneiro

Lizandra Barbuto

Carolina Paiva

 

Em 2018, o Projeto Flores do Carmo contou com o Coletivo de Bordadeiras de Ipoema para agregar valor a alguns produtos da coleção Tropeirismo: as peças das tecelãs eram bordadas pelas mulheres de Ipoema. Essa ação teve como objetivo fomentar o que é chamado de “encadeamento produtivo” na metodologia do PESC (Programa de Empreendedorismo Social Comunitário) e agregar valor para aos produtos das tecelãs do Carmo.

 

Durante o ano de 2019, as 13 mulheres do Coletivo fizeram parte de um projeto social que envolve economia criativa, desta vez como protagonistas!

 

A iniciativa trabalhou o fortalecimento dos saberes locais, valorizando-os e criando produtos que levam consigo a identidade, cultura e tradição da região de Ipoema, distante 90 km de Belo Horizonte.

 

A Raízes levou:

-Formação e qualificação para o empreendedorismo;

- Orientações de design;

-Palestras e oficinas técnicas de bordado contemporâneo e tradicional.

 

As Bordadeiras também criaram uma coleção própria que, depois das etapas de capacitação, passou a ser comercializada. Além disso, o grupo segue a parceria com as tecelãs do distrito de Senhora do Carmo, dando continuidade à coleção criada em 2018.

Principais resultados


  • Criação do Coletivo;
  • Criação de uma coleção de produtos bordados;
  • Fortalecimento da parceria com as Flores do Carmo;
  • Inauguração de um espaço próprio (que acontecerá após a pandemia).

Etapas relacionadas

  • null

    Articular

  • null

    Cocriar

  • null

    Conhecer

  • null

    Inspirar

  • null

    Realizar